Samuel Nyströn

Posted: 23/12/2010 in Quem foi?!?

Erik Gustaf Samuel Nyström chegou ao Brasil em 1916. Ele foi um dos primeiros missionários suecos pentecostais em terras brasileiras. Em 1924, quando o pioneiro Gunnar Vingren, fundador da Assembleia de Deus no Brasil, teve de deixar a direção da igreja em Belém do Pará para dirigir o então incipiente trabalho no Rio de Janeiro, o missionário Samuel Nyström, enviado ao Brasil pela Igreja Filadélfia em Estocolmo, Suécia, assumiu a liderança da igreja paraense no lugar de Vingren.

Nyström foi o instrumento usado por Deus na nova fase de crescimento da obra no Pará. Foi ele quem idealizou, inaugurou e dirigiu a primeira Escola Bíblica de Obreiros em Belém. Em 30 de outubro de 1926, inaugurou o primeiro templo-sede da Assembleia de Deus em Belém, na presença de 1,2 mil pessoas. Em 1927, deu início ao movimento beneficente em favor das viúvas de pastores.

Em 1930, despediu-se de Belém em direção ao Rio de Janeiro, deixando em seu lugar o missionário Nels Nelson. Nyström já havia visitado o Rio em abril de 1925. Era, como os registros da época relatam, um obreiro companheiro e maduro, e conhecido como grande pregador e ensinador. Conta-se que ele falava, além do sueco e do português, inglês, francês e alemão fluentemente, conhecia o texto bíblico nos originais grego e hebraico, e era exímio doutrinador. É autor do livro Jesus Cristo, Nossa Glória, publicado pela CPAD, e de alguns hinos da Harpa Cristã. Sua vinda foi uma grande conquista para a obra no Brasil.

Em 14 de agosto de 1932, Samuel Nyström substituiu Gunnar Vingren na direção da igreja no Rio de Janeiro. O trabalho, como era de se esperar, continuou crescendo. Nesse período, a Assembleia de Deus que mais crescia no país passou a ser a do Rio.

Nyström presidiu a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) na maior parte dos anos 30 e 40. O ano de 1943 ficaria para sempre lembrado como o ano da evangelização e do ensino bíblico na AD no Rio de Janeiro. De março a maio daquele ano, a igreja distinguiu-se pelas intensas atividades evangelísticas, que aumentaram de forma patente o número de membros da igreja. Quanto ao ensino, a Escola Bíblica daquele ano foi considerada uma das mais expressivas de todas, pela qualidade e eficiência da instrução.

Em 1944, a AD do Rio de Janeiro completava 20 anos de existência. Liderada pelo pastor Samuel Nyström, ela realizou um dos acontecimentos mais notáveis de sua história. No dia 24 de junho de 1944, todos os membros foram mobilizados e em uma hora foram distribuídos na capital cerca de 200 mil folhetos e igual quantidade de evangelhos. Centenas de irmãos percorreram as ruas da cidade distribuindo a literatura evangelística, numa das melhores comemorações de aniversário da AD no Rio em todos os tempos.

Em 1960, quando já estava de volta à Suécia, Samuel Nyström partiu para pátria celestial. Ele deixou saudades tanto aos obreiros brasileiros como aos suecos, e um exemplo de vida ministerial que jamais será esquecido. (Revista Ensinador Cristão, nº 45, CPAD – pág 17)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s